Folha de Corumbá Rádio Difusora

Fórum da Terceira Idade discute combate à violência e rede de proteção aos idosos

Com o ‘IV Fórum Municipal da Terceira Idade’ a Prefeitura de Corumbá reforçou seu amplo trabalho de políticas públicas assistenciais voltadas para o amparo e proteção às pessoas idosas. O evento mostrou que Corumbá conta com uma forte rede de proteção e apoio que trabalha no combate aos vários tipos de violência praticadas contra essa faixa etária, como a física, financeira, patrimonial e psicológica, além do abandono. De acordo com a lei federal n°10.741/2003 (Estatuto do Idoso), são considerados idosos pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.

Participando da abertura do evento, realizado na sede do Centro de Convivência dos Idosos, o prefeito Marcelo Iunes afirmou que a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania e sua Gerência de Políticas Públicas para a Terceira Idade e Inclusão Social, atua com o intuito de proporcionar a garantia de direitos.

“Nossa administração tem olhar carinhoso e humanizado para a melhor idade. Fizemos a reforma do Centro de Convivência dos Idosos, do condomínio dos idosos, em todos os eventos reservamos espaço exclusivo para vocês, para que possam participar e acompanhar com dignidade e conforto. Nosso objetivo é continuar com esse trabalho humanizado sempre voltado para o bem estar de vocês”, disse o chefe do Executivo Municipal.

Iunes também destacou a existência de uma forte e atuante rede de proteção e apoio ao idoso em Corumbá, que trabalha no combate aos vários tipos de violência praticadas contra essa faixa etária, como a física, financeira, patrimonial e psicológica, além do abandono.

Secretária destacou trabalho contínuo da Prefeitura na garantia de direitos

O Município dispõe ainda da lei nº 2.680, de 04 de julho de 2019, que instituiu o ‘Junho Violeta/Prata’, mês do combate à violência à pessoa idosa e da lei municipal n° 2.822, de 02 de junho de 2022, que instituiu a ‘Semana do Idoso’, a ser realizada anualmente em Corumbá no período de 26 de setembro a 1º de outubro, com objetivo de desenvolver e discutir temas de relevância da terceira idade. A estrutura da rede de proteção à pessoa idosa conta com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDDPI), que é um órgão permanente, formado por membros de instituições governamentais e não governamentais.

Preocupação contínua

Secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania, Amanda Balancieri Iunes, reforçou que a Prefeitura trabalha ao longo de todo o ano na defesa da garantia de direitos da pessoa idosa. “É uma preocupação contínua, trabalhamos o ano inteiro o fortalecimento de vínculo com as famílias. Aqui no Centro de Convivência temos um trabalho diário com os idosos. Trabalhamos as políticas públicas agora para que no futuro os direitos estejam garantidos. Levamos a importância do combate à violência para que não cheguemos a esse estágio. Acreditamos que trabalhando as políticas públicas, amanhã vamos usufruir também, quando chegarmos à melhor idade. Também temos leis municipais que combatem a violência contra a pessoa idosa”, ressaltou.

Gerente de Políticas Públicas para a Terceira Idade e Inclusão Social, Maria Angélica de Jesus Timóteo Amorim, pontuou que o ‘IV Fórum Municipal da Terceira Idade’ busca conscientizar sobre o combate à violência contra as pessoas com mais de 60 anos. “Há quatro realizamos o Fórum para fortalecer os vínculos, levar informação às pessoas idosas e também mostrar que eles são capazes de estar conosco na sociedade, em todas as ações. Também estamos discutindo as diversas formas de crime e violência contra os idosos”, completou. Representando a Câmara Municipal, o vereador Allex Dellas, reforçou a importância do Fórum e frisou ser preciso que a sociedade se una no interesse e dever de garantir os direitos dos idosos.

O Fórum Municipal também contou com palestras de representantes do CREAS – sobre as atividades do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – e do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. O CMDDPI é o responsável por formular e avaliar as condições de atendimento e proteção ao idoso na cidade. Tem como atribuições desenvolver atividades que visem à defesa e ampliação dos direitos dos idosos; apoiar ações que promovam sua participação nos diversos setores da atividade comunitária; propor medidas para eliminar toda e qualquer disposição discriminatória e receber denúncias sobre qualquer forma de desrespeito ao idoso e promover estudos e debates sobre questões que afetam os idosos e analisar sugestões recebidas da sociedade.